NOTÍCIAS

Rota Campo Grande e Foz do Iguaçu

Data: 09/08/2018

Com início da operação marcada para a segunda quinzena do mês de dezembro, já está sendo comercializado pela Azul Linhas Aéreas o novo voo direto entre a capital de Mato Grosso do Sul e Foz do Iguaçu. A rota, que liga diretamente os dois principais destinos de ecoturismo do Brasil, é uma reivindicação antiga do trade turístico de Mato Grosso do Sul, pois vai facilitar a entrada de turistas estrangeiros que vêm da cidade paranaense em busca de destinos como Pantanal e Bonito, considerado o melhor destino de ecoturismo do país.

Com saídas diárias às 19h, o voo AD9090 fará o trecho Campo Grande x Foz do Iguaçu e o voo AD9091 fará Foz do Iguaçu x Campo Grande, com saídas às 8h30. A estratégia da Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul de captação de novos voos para o estado, está inserida nas ações estruturais de posicionamento de mercado. E este é o primeiro resultado das negociações com as companhias aéreas iniciadas no primeiro semestre deste ano na WTM/LA, em São Paulo, uma das principais feiras de turismo da América Latina.

O diretor-presidente da Fundtur-MS, Bruno Wendling, explica que a Fundação de Turismo do Mato Grosso do Sul e a Secretaria de Turismo, Indústria, Comércio e Projetos Estratégicos de Foz do Iguaçu se uniram para promover essa nova rota. Com o advento do novo voo, espera-se cerca de 20% de crescimento de fluxo de turistas no MS, principalmente os internacionais, que antes só tinham a opção de acesso rodoviário para fazer a rota Foz do Iguaçu/Campo Grande. Segundo Wendling, o acesso aéreo aos destinos sul-mato-grossenses sempre foi um dos gargalos para o incremento no fluxo de turistas e isso é uma questão prioritária para o desenvolvimento do turismo.

Para Ney Gonçalves, vice-presidente de Turismo Especializado da ABAV Nacional, a ponte aérea Campo Grande – Foz do Iguaçu é de grande relevância para o setor. “Essa ligação entre os principais polos de ecoturismo do Brasil, que são Bonito e Foz, é de grande importância para o setor e é esperada há muito tempo não só pelos empresários, mas também pelos próprios clientes que querem fazer a rota Foz do Iguaçu e os destinos Pantanal e Bonito. Esse voo é um desejo antigo e que com certeza vai aumentar o fluxo de turistas para os destinos dos dois estados”, salienta.

Fonte: Diário Digital

tags: ecoturismo, Campo-Grande, Foz-do-Iguaçu